28 março 2016

Caranguejo Antenado > Articulando

Hoje recebemos em nossa sede um Encontro institucional das ações aprovadas pela OAK Foundation - Recife.
Planejamento das ações.

Gajop / Meu Recife / Forum Suape / Instituto Papai / Caranguejo Uçá


Construindo Caminhos e Direitos para Sustentabilidade: Dinâmica de Integração




Caranguejo Antenado > Construção da plataforma digital e conteúdo !

O Jornal da Maré é uma proposta de um web jornal diferente, que se propõe a trazer notícias não factuais sobre cultura, entretenimento, discussão dos territórios tradicionais e pertinentes as cidades !
Seu conteúdo esta sendo criado a partir das discussões das Jornadas Temáticas de gênero, crianças e Coletivos parceiros. Breve estará em nossas páginas ! Aguardem !!!


Radio Boca da Ilha: Veículo de articulação ! Ações e Campanhas

Recebemos em nossa sede, a presença COMAM - Conselho de Municipal de Meio ambiente,  Pescadores da Ilha de Deus e Brasilia Teimosa para um momento de ajustes e projeção de ações para regulamentação da pesca no Parque dos Manguezais.


Recebemos representantes da Secretaria Municipal de Saúde e da USF - Unidade da Saúde da Família Ilha de Deus e Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade para articulação e ação Caranguejo Antenado.


Grupo de Teatro Manguetown: Com o espetáculo Sonho de Cidade


Secretaria Municipal de Saúde - Campanha de prevenção contra o Aedes Aegypti Chikungunya. - 19/03/16


Caranguejo Antenado > Encontro PontuaL

Encontro de ajustes da Ação Caranguejo Antenado com OAK Foundation - Andrea Florence, SAGA e Coletivo Bruta Flôr - 




Caranguejo Antenado > Articulando : Gajop

Recebemos em nossa sede o  grupo O Gabinete de Assessoria Jurídica às Organizações Populares (GAJOP), entidade da sociedade civil de promoção e defesa dos Direitos Humanos, com Status Consultivo Especial no Conselho Econômico e Social (ECOSOC) da ONU, tem atuação especializada na área de justiça e segurança com abrangência nacional. Sua missão institucional é contribuir para a democratização e o fortalecimento da Sociedade e do Estado, na perspectiva da vivência da cidadania plena e da indivisibilidade dos Direitos Humanos. 
O propósito do nosso encontro foi formalizar a participação das Jornadas Temáticas de gênero, propostas para o Caranguejo Antenado.


Construindo Direitos e Caminhos para a Sustentabilidade: Roda de Diálogo


Construindo Direitos e Caminhos para a Sustentabilidade é nossa ação para os próximos meses em parceria com o Fundo SocioAmbiental Casa. Nossa iniciativa potencializar, no âmbito formativo, as crianças da comunidade, através de ações como o grupo percussivo Nação da Ilha. Além da música, a idéia de pertencimento do território e construção de áreas verdes e fontes de alimento orgânico, estão sendo instigadas através da construção de Rodas de Diálogo com a família, como a que aconteceu no dia 8 de Março deste !
Caranguejo Uçá
Arte e Solidariedade







Caranguejo Antenado

Em busca da ampliação e escoamento do diálogo comunitário e das noticias não factuais que são ignoradas e por vezes manipuladas pela grande mídia é que nasce o Projeto Caranguejo Antenado.
Construindo conteúdo e dialogando meio ambiente a partir do sentimento de territorialidade e Ancestralidade através do
do programa Brincando e Cantando história.
Com o poeta, músico e ativista social Talis Ribeiro !
Caranguejo Uçá é Arte e Solidariedade !





16 março 2016

Nota Importante !!!

Com uma apresentação do Grupo Percussivo Nação da Ilha, homenageando o mestre Naná Vasconcelos, a Ação Comunitária Caranguejo Uça fará o lançamento oficial das ações que serão realizadas este ano no próximo sábado(19/03/16), às 16 horas. O lançamento será no Núcleo de Comunicação que fica na sede do Caranguejo Uça.
O Caranguejo Uçá convida a todos para o lançamento que tem na sua programação: Rodada de Capoeira com o Grupo de Capoeira Herança de Angola e na sequencia um “Ensaio Aberto na Ilha de Deus”, que contará com a participação de músicos, poetas e artistas da cena pernambucana, comprometidos com as causas políticas, sociais e ambientais. Estarão presentes as Bandas Mikahreggae; N´Zambi; Sem peneira pra suco sujo; Poder Feminino Crew; o Cantor e poeta Talis Ribeiro; os músicos Oni e Canibal.
Entre as ações a serem lançadas estão o Projeto Caranguejo Antenado que visa criar uma plataforma digital (programas de rádio e TV streaming, web, produção fonográfica e jornadas temáticas integradoras) que promovam o fortalecimento da identidade pessoal e a inclusão social de mulheres e crianças, dois grupos representativos da comunidade da Ilha de Deus;
Outra ação é a educação ambiental de crianças e jovens, com a proposta “Construindo Direitos e Caminhos para a sustentabilidade” que propõe construir mecanismos para integração desses jovens e crianças com o meio ambiente, numa dinâmica que favoreça a autonomia e a percepção da teia que envolve o Ecossistema do Manguezal, e as implicações deste em suas vidas, no cotidiano local, da cidade, do estado e do mundo.
.Mais informações:
Fones: Edson Cruz: 98862 2062; Hamilton Tenório: 99505 8857
Facebook / Blogspot: Ação Comunitária Caranguejo Uçá
E-mail: caranguejouça@gmail.com
Endereço da Sede do Caranguejo Uçá:
Rua São Geraldo, Nº 196
Ilha de Deus, Imbiribeira, Recife - PE

13 março 2016

Construindo Direitos e Caminhos para Sustentabilidade: Roda da Diálogo : Contexto Sócio Ambiental e suas Transformações ao longo do Tempo


A Ação Comunitária Caranguejo Uçá, convida crianças, pais / ou responsáveis, da Ilha de Deus,  e adjacências, para uma grande roda de diálogo. Nossa missão será atuar na garantia dos direitos infanto juvenil, pela geração de oportunidades e acesso a educação ambiental, como ferramenta de apropriação de informações e vivências, fundamentais a estruturação digna do ser humano, e a preservação e fortalecimento da Comunidade Tradicional Pesqueira Ilha de Deus. E neste sentido, alimentar o sentimento de pertencimento e apropriação do território, condição essencial para qualidade de vida, conservação e sustentabilidade socioambiental .  


11 março 2016

Biblioteca Temática: Caranguejo Uçá

Amig@s Caranguejos,
Em busca de aumentar o acervo de nossa biblioteca, agregando informação e contribuindo para os projetos de formação que serão desenvolvidos em nossa instituição, a Ação Comunitária Caranguejo Uçá faz este chamado por doações de livros, revistas, cartilhas e outros tipos de publicações, sobretudo referentes às seguintes temáticas:


Biologia, Povos e Comunidades Tradicionais; Territórios Pesqueiros;
Educação Ambiental (para crianças, jovens e adultos);Ecologia de Ecossistemas Tropicais 
(Bioma Mata Atlântica, Manguezais, Recifes de Coral);
Hortas Comunitárias; Plantas Medicinais; Saúde Alimentar; Agroecologia e Agrofloresta;
Contos Africanos e Contos Indígenas; Gênero; Literatura Infantil; História de Recife;
Cultura Popular e Democratização da Comunicação.

Contate-nos
carangeujouca@gmail.com
+55 81 98862 2062
+55 81 9 9505 8857

ACCU
Arte e Solidariedade



29 fevereiro 2016

Discussão em outros Níveis articulando o Movimento !

" Dia 26 de fevereiro, das 9h às 13h, acontecerá no auditório do Museu da Cidade do Recife (Forte das Cinco Pontas) o seminário de abertura da “Construção da Nova Política de Meio Ambiente do Recife” com o palestrante Cláudio Langone. 
Depois,  o seminário prossegue com quatro oficinas, nos dias 3, 4, 7 e 9 de março, reunindo gestores municipais, instituições de ensino, movimentos populares e a sociedade civil. Inscrições gratuitas. Serão conferidos certificados aos participantes."


Fortalecendo o Diálogo Comunitário: Mulheres e Crianças no Front !


Hoje recebemos a comitiva do GAJOP, afim de fortalecer a interação com os grupos comunitários e propostas relacionadas ao planejamento de cada grupo e pontos de intersecção.
ACCU
Caranguejo Uçá é Arte e Solidariedade !



24 fevereiro 2016

Dialogando Parcerias e Ações : CARANGUEJO ANTENADO !


Ontem em nossa sede recebemos uma comitiva do GAJOP, acerca de nossos pontos comuns de pensamentos e ações. Parceiros desde já !!!

Caranguejo Uçá é Arte e Solidariedade !





01 fevereiro 2016

Grupo Percussivo Nação da Ilha: Todas as Formas da Arte em fortalecimento da Comunidade


A Arte é nossa arma contra qualquer forma de opressão!
Caranguejo Uçá é arte e solidariedade !!!


Foto: Nilton Pereira

Foto: Acervo do Grupo

Foto: Acervo do Grupo

 Foto: Acervo do Grupo

 Foto: Acervo do Grupo


                                                             Foto: Acervo do Grupo

     Foto: Nilton Pereira

Foto: Acervo do Grupo

Foto: Acervo do Grupo

                                                             Foto: Acervo do Grupo

23 dezembro 2015

Oficina de Prudência Ambiental, Poupando e Conservando o Ambiente




Oficina de Prudência Ambiental, Poupando e Conservando o Ambiente

Para fechar o ano letivo de atividades comunitárias, no território pesqueiro Ilha de Deus, estaremos realizando em conjunto com a Fundação Mamíferos Aquáticos e a Poupança Comunitária, será realizada a oficina de Prudência Ambiental, Poupando e Conservando o Ambiente, que será no dia 28 de Dezembro, segunda feira, na Sede da Ação Comunitária Caranguejo Uçá, na Ilha de Deus, rua São Geraldo, 96, Ilha de Deus.
Obs.: O número de inscrições será limitado !


Horário
Atividades

08:30
Abertura
Dinâmica de Apresentação – Potencialidades e Problemas
09:00

Trabalho de grupo: E agora? O que posso fazer? Separação dos grupos para trabalhar a(s) temática(s), através da ludicidade, com apresentação por meio de programa de rádio; dança; poesia; música; mapas; desenhos; na fé; na luta....

09:40
Apresentação dos Trabalhos de grupo
10:00
Intervalo
10:30
Dinâmica: Caminhar só e caminhar juntos!
11:00
Vídeo Debate: A ilha de lixo do pacifico
11:30
Abordagem sobre o peixe boi
12:00
Dinâmica de Avaliação da Oficina
Encerramento com almoço Coletivo





 

                






                                                       


13 outubro 2015

Qual o futuro do Parque dos Manguezais?


Buscando uma resposta para esta questão estiveram reunidos hoje representantes da Ação Comunitária Caranguejo Ucá, Conselho de Moradores da Imbiribeira, Resiste Santo Amaro, Direitos Urbanos,  SEPLAG e Mandato do Dep. Est. Edílson Silva.
O futuro da área se tornou ainda mais incerto após a contestação por parte da Marinha do Decreto da Prefeitura que insituia o Parque. Território ocupado e protegido historicamente por diversas comunidades formadas por uma população de mais de 60 mil pessoas,  área representativa do maior manguezal em área urbana do Brasil. Totalizando 412 hectares,  é centro de uma disputa que envolve diversos interesses.
As entidades presentes esperavam uma posição da gestão municipal sobre o caso, visto que a secretária de meio ambiente Cida Pedrosa havia provocado a reunião, mas não compareceu.
O encontro,  no entanto serviu para ampliar as articulações e identificar as formas de enfrentamento conjuntas das problemáticas vivenciadas no território, mas que refletem também a realidade de outras áreas, como a ZEIS Santo Amaro,  que vem sendo impactada por esse processo a partir das discussões sobre os rumos da Vila Naval.
A reunião se encerrou com um conjunto de encaminhamentos que pretendem fortalecer a mobilização da sociedade para debater a questão.

07 outubro 2015

A Fundaj Apresenta: " V Seminário Pesca Artesanal e Sustentabilidade Socioambiental: educação e governança "


Vem ai:

O “V Seminário Pesca Artesanal e Sustentabilidade Socioambiental: educação e governança” é uma iniciativa da Fundação Joaquim Nabuco (FUNDAJ) e sua Diretoria de Pesquisas Sociais (DIPES), por meio da Coordenação Geral de Estudos Ambientais e da Amazônia (CGEA), com o apoio do Conselho Pastoral dos Pescadores (CPP), a ser realizado no período de 14 a 16 de outubro de 2015. Reunirá estudiosos de instituições que lidam com o tema, pescadores artesanais, gestores públicos, agentes não governamentais e representantes de comunidades pesqueiras, para debater aspectos atinentes à pesca artesanal em suas múltiplas dimensões, com foco em educação e governança na pesca.
Os pescadores e pescadoras artesanais têm presença marcante nas áreas costeiras e ribeirinhas brasileiras, contribuindo com sua produção e seu modo de vida na segurança e soberania alimentar da população e na construção de um patrimônio sociocultural de fundamental importância na gestão ambiental e territorial, e na conservação dos ecossistemas aquáticos.
São mais de um milhão de homens e mulheres que se dedicam diretamente à pesca/coleta de peixes, moluscos e crustáceos, respondendo pela maior parcela da produção de pescado para o mercado interno brasileiro, além de suprir grande parte das demandas das próprias comunidades pesqueiras e comunidades do entorno.
As especificidades da pesca artesanal e sua grande representatividade como modo e meio de vida de considerável parcela da população brasileira têm ensejado o surgimento de programas educacionais governamentais e não governamentais voltados para diferentes segmentos da comunidade pesqueira, configurando iniciativas de abrangência nacional ou regional, assim como iniciativas de abrangência local, voltadas para comunidades específicas.
O evento reunirá pesquisadores, profissionais de educação, agentes governamentais e não governamentais que lidam com o tema, e representantes de comunidades de pescadores artesanais, e a partir dessas diferentes visões debaterá aspectos de programas e iniciativas educacionais voltadas para comunidades pesqueiras.
Discutirá como programas e atividades educacionais, direcionados para comunidades de pescadores e pescadoras artesanais, estão respondendo a demandas atuais dessas comunidades; como estão abordando os desafios de gestão territorial e de conservação ambiental, respeitando as culturas e os direitos das comunidades tradicionais; desafios esses, postos pelo processo de expansão populacional urbana e econômica em curso, que têm ensejado transformações ambientais e nas formas de interação homem meio, com implicações diretas no modo de vida de comunidades tradicionais e na produção e produtividade pesqueiras.

PROGRAMAÇÃO

Dia 14

13h30 – Credenciamento
14h30 – Mesa de abertura
15h30 – Palestra sobre o tema “Educação, governança e sustentabilidade na pesca artesanal”
Coordenação: Tarcísio Quinamo (FUNDAJ)
Palestrante: Sérgio Sauer (UNB)
Debates
16h30 - Apresentação do grupo de Coco Raízes do Kilú, da comunidade da Ilha do Maruím – Olinda-PE

Dia 15

9h – Vídeo Debate: Educação e governança na pesca artesanal
- Vídeo 1: Territórios Pesqueiros: Práticas e desafios sociais e ambientais (Ação Comunitária Caranguejo-Uçá)
Mesa de comentadores
Coordenação: Cristiano Ramalho
Comentadores: - Alzení de Freitas Tomaz (CPP-BA) - Rafael Pereira Santos (CPP-MG) Debates
Intervalo
- Vídeo 2: A mariscagem na praia de Carne de Vaca, no município de Goiana, em Pernambuco (Instituto Oceanário)
- Vídeo 3: O Papel e o Mar (Lapidar Produções Artísticas)
Mesa de comentadores
Coordenação: Lígia Melo (FUNDAJ)
Comentadoras:
- Cristiane Faustino (Terra Mar - CE e Rede Mangue Mar Brasil)
- Maria Alice Borges (Associação de pescadores de Juazeiro-BA)
Debates
14h – Mesa Redonda: Programas públicos de educação e governança na pesca artesanal
Coordenação: Severino Santos – Bill (CPP Nordeste)
Palestrantes:
- Mauro José da Silva (MEC/Secadi)
- Rafaela Pires (MPA)
- Kátia Barros (MMA/CNPT)
- Solange Coutinho (FUNDAJ e UPE)
Comentadores(as):
- Angelo Brás (UFRPE)
- Maria José Pacheco – Zezé (CPP Nacional)
Debate

Dia 16

9h – Painel: Experiências de educação em comunidades pesqueiras artesanais
Coordenação: Edilene Barbosa Pinto (FUNDAJ)
Painelistas:
- Edmerson dos Santos Reis (RESAB / UNEB)
- Jucilene Ferreira Cerqueira (Escola das Águas - Maria Paraguaçu / MPP-BA)
- Edson Fly (Centro Sócio Cultural Caranguejo-Uçá – Recife-PE)
- Roberto Carlos de Lima Ribeiro (Resex de Prainha do Canto Verde – CE)
Debates
12h – Sessão de encerramento

Inscrições no local do evento

Informações:
www.fundaj.gov.br
(81) 3073 6494 / (81) 3073 6495

05 outubro 2015

ACCU: Prudência Ambiental - ''Segunda Limpa''.

Nesta Segunda Feira, 5 de Outubro de 2015, o Núcleo de Comunicação Caranguejo Uçá, em parceria com outros Coletivos (Associsção do Criadores de Camarão da Ilha de Deus, Centro Vida 2, Conecta Ação, Cantor Talis Ribeiro, Rede Resistêcia Solidária) e com os demais moradores, pescadores e pescadoras, da Ilha de Deus desenvolveram mais uma etapa do Projeto de Prudência Ambiental intitulado de Segunda Limpa! Esta intervenção tem o objetivo de refletir acerca do consumo e descarte aleatório do lixo produzido pela Cidade e pela própria comunidade. Como também dismistificar e reafirmar a importância do Parque Municipal Josué de Castro, ou Pulmão do Recife, assim commo é externado pelas comunidades tradicionais pesqueiras locais.
Outubro 2015,
Caranguejo Uçá é Arte e Solidariedade.